Como aumentar a produtividade do seu trabalho?

0
0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Google+ 0 LinkedIn 0 0 Flares ×

Office with white collar workers working on computers

Começo do ano é época de analisar tudo o que você quer melhorar e criar uma forma de realizar tudo isso!  Por isso, é necessário realizar uma avaliação de tudo o que deu certo e errado no ano e planejar de que forma é possível conseguir essa expansão dos negócios. Automaticamente, ao pensar então no próximo passo, uma meta vem em mente: aumentar a produtividade. Mas isso realmente é possível?

Segundo um estudo realizado em Aruba,  com mais de 7 mil pessoas em 15 países, funcionários que trabalham em ambientes digitais não apenas são mais produtivos como também mais motivados, têm uma taxa maior de satisfação com seus trabalhos e registram maior sensação de bem-estar. Esse estudo apontou que esses fatores dependem da combinação de avanços em tecnologia com as ciências cognitivas para auxiliar as pessoas a se engajarem com o trabalho de novas formas, ou seja, a grande virada acontece quando a empresa consegue oferecer soluções que, de fato, facilitam a vida do colaborador para tornar as tarefas do dia a dia mais simples.

ara aumentar a produtividade é importante entender qual é o primeiro quesito para isso. Pense bem antes de traçar qual será a medida da produtividade. Quanto maior a qualidade, mais insumos e tempo serão necessários, o que não significa, necessariamente, que a produtividade no trabalho de sua empresa é pequena, mas que é adequada ao nível de serviço e satisfação do cliente que seu planejamento estratégico determinou. Para que você consiga traçar isso é importante que sua empresa possua um relógio de ponto biométrico. As vantagens da utilização de um ponto biométrico são diversas, como, por exemplo, a chance praticamente nula de fraudes. Essa possibilidade é quase zero, pois o procedimento tem um elemento físico que é pertencente exclusivamente a cada pessoa, sendo considerado um processo bastante confiável.


Deixe seu Comentário.



Comentários no Facebook

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Google+ 0 LinkedIn 0 0 Flares ×